Pesquisar
Close this search box.

Perigos da alienação fiduciária em crédito rural, o que pode acontecer?

Perigos da alienação fiduciária em crédito rural, o que pode acontecer?

Alienação fiduciária em crédito rural: Olá, querido leitor, tudo bem? No post de hoje falaremos de algo muito importante, afinal, quando você vai buscar um empréstimo ou financiamento rural há contratos com cláusulas intermináveis que nem sempre se lê e que pode lhe causar algum problema.

No agronegócio, há diversas possibilidades de se obter crédito para o financiamento da produção, por exemplo:

● a cédula de crédito rural – CCR,
● a cédula de crédito bancário – CCB,
● cédula de produto rural – CPR e outras.

Quando se faz esses empréstimos e financiamentos, em geral, os contratos têm cláusulas intermináveis e, por isso, você acaba não lendo tudo.

Nesses contratos, os credores – quem lhe emprestou o dinheiro – têm exigido garantias como a alienação fiduciária do seu imóvel.

Ou seja: a transferência temporária do seu imóvel para o credor, podendo ser sua casa, fazenda, sítio etc, até que a dívida total seja paga.

Porém, pode acontecer algum problema na produção ou o mercado passar por crise naquele momento.

Daí se você não pagar a dívida terá sérias consequências jurídicas!

Qual o risco de se fazer alienação fiduciária em crédito rural?

Essa garantia, chamada de alienação fiduciária, pode ser muito perigosa para você – o devedor.

Pois, se não pagar a dívida no prazo correto, o credor pode vender o bem de forma bem fácil, sem precisar de autorização da Justiça.

Neste caso, o credor apenas contrata uma empresa de leilão e vende o seu imóvel para pagar a dívida, isso tudo de maneira rápida.

Cerca de 90 dias você pode ficar sem o patrimônio que lutou para conquistar.

Por esse motivo, é importante que você procure auxílio jurídico qualificado para analisar todo o contrato, pois em muitos financiamentos e créditos rurais não é permitida essa alienação fiduciária de imóveis.

Se for encontrado algum erro no contrato, ou verificado que naquele tipo de crédito não cabe a alienação fiduciária, pode ser pedido na Justiça o cancelamento dessa cláusula do contrato.

Mas isso só será possível após análise detalhada do contrato, e é importante você agir de forma rápida, pois o seu patrimônio está em risco.

Postagens do Blog

Blog JD

A realidade sobre a Recuperação Judicial no Agronegócio

A criminalização dos produtores rurais que recorrem à recuperação judicial no agronegócio tem sido um tema de crescente preocupação. Essas acusações de que eles são responsáveis pelo aumento do custo do crédito no Brasil são controversas. Neste artigo, vamos desmistificar essas alegações e apresentar dados concretos.

Leia mais »
Blog JD

Isenção de ICMS na Transferência de Gado: Uma Vitória que o produtor rural não sabia

A transferência de gado entre diferentes fazendas do mesmo proprietário é uma prática rotineira no setor agropecuário. Porém, essa atividade essencial enfrentava desafios significativos devido à cobrança indevida de ICMS, especialmente quando envolvia propriedades situadas em estados distintos. Um recente cenário vem surgindo, trazendo alívio e benefícios substanciais para os produtores rurais.

Leia mais »
Blog JD

Alienação Fiduciária de Bem Imóvel: Vantagens e Riscos

A alienação fiduciária de bem imóvel é uma prática financeira que gera muitas dúvidas: é algo positivo ou negativo? Devemos temê-la ou desejá-la? A resposta depende do ponto de vista.

Perspectiva do Tomador de Crédito

Se você está buscando crédito junto a uma instituição financeira e a alienação fiduciária é exigida como garantia, é preciso ter cautela.

Leia mais »